Se além de apenas olhar vitrines decidimos participar do mundo dos negócios, exercitar nossa liderança, além de selecionar pessoas, negócios e ambientes úteis e funcionais ao nosso intento é fundamental termos em mãos a chave que nos garanta dois pontos:

1. Base econômica;

2. Liberdade legal.

A economia é a autoridade de viver de modo próprio e o respeito às leis é o direito de agir socialmente. Devemos estar sempre “de olho” nesses dois pontos: a base econômica é o trabalho, o lugar onde ganho meu sustento, aquela renda contínua, a pequena mina que me proporciona a segurança cotidiana. A liberdade legal é a atenção constante que a mulher líder deve manter para que o seu modo de fazer business seja correto, pois agir contrariamente à lei determina constante insegurança, medo e real perigo.

Protegidos esses dois pontos abrem-se as condições iniciais para seguir em frente, delineando nosso escopo, plano de ação e pessoas de apoio. Os momentos de pujança e intensa alegria certamente serão muito superiores se comparados ao esforço que se faz.

A exposição de um evento de liderança feminina porta sempre consigo posicionamentos de inteligência, então prosseguir, incrementar, reavivar, crescer! 

A capacidade da Mulher Líder 

O conceito de líder implica valores, completude em si mesmo, precisão de escopo e de meios, capacidade de realizar o que prefixou para si mesmo, ponto de referência e uma função humanista no contexto histórico ambiental onde vive e opera. Líder é aquela pessoa que alcança a eficiência e realização de si mesma pela demonstrada capacidade de ser uma função social.

A mulher líder é intuitiva, vê o seu ponto de sucesso e sabe como alcança-lo, precisa apenas tomar coragem, decidir e ter presentes os próprios limites de competência específica ao escopo, procurando superá-los. Alcançando o sucesso pessoal servirá de espelho para as demais e isso é já um grande avanço, pois estimuladas pelo exemplo, muitas partirão em busca da vitória com responsável alegria.

A mulher líder é capaz de sucesso em todas as áreas da vida feminina:  importante é o modo como planeja e faz estratégia, dentro de si deve existir a operacionalidade para ir além. O sucesso depende de como ela se move, e a mulher líder tende a se mover com coragem frente a qualquer obstáculo. A mulher líder é um projeto de vida: quer, pode e vai buscar.

A mulher líder deve aprender a conquistar imediatamente a própria autonomia de ação a cada dia, trabalhando e estudando, respeitando as leis e as convenções, agindo com disposição e vontade para torna-se sempre a melhor versão de si: sem autonomia, é inútil falar de liderança.

Quanto maior é o potencial, maior é a responsabilidade, por exemplo: alguns de nós tem uma linda voz, porém, um dom não desenvolvido perde-se e, nesse caso, a frustação é inevitável. Já na tenra idade é possível observar que todos temos um potencial, observar os potenciais e despertar os dons é tarefa da pedagogia.

E o sucesso pela liderança?

Sobre minhas pesquisas voltadas ao tema “liderança”, desenvolvidas com empresários nacionais, relaciono toda e qualquer problemática que possa ocorrer nas organizações com responsabilidade pessoal. Em outras palavras, o bom andamento dos trabalhos depende totalmente da condição emocional e do projeto de vida que tem cada líder.

O líder desenvolve projetos de sucesso quando torna-se autêntico. Desse modo, ações estratégicas gerenciadas por ele passam a ser implantadas como uma ferramenta útil e funcional para a organização.

Ainda, a preocupação quanto ao desempenho da liderança recai muito mais sobre um misto de competência, alegria, orgulho e entusiasmo, característico dos vencedores, do que sobre a atual “crise mundial”, sendo que o cenário político e econômico pode ser visto como oportunidade de crescimento para as empresas.

Quando a gestão não funciona bem, a causa do recorrente do fracasso está relacionada ao embaraço pessoal que desfoca o projeto de vida do líder e, logo, da organização. Tanto as análises teóricas como as entrevistas me mostram que o líder da empresa deve saber e comunicar aonde a sua equipe deve chegar. Do contrário, os projetos organizacionais fracassam. O sucesso depende intimamente do empresário líder.

Mais sobre este tema: http://www.convibra.com.br/upload/paper/adm/adm_1559.pdf